Proguaru remove materiais utilizados por integrantes do MTST em terreno invadido

Sob a supervisão do diretor-presidente, José Roberto Vomero, a Proguaru (Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A) removeu os materiais utilizados por integrantes do Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST) para a construção de barracas em terreno invadido na madrugada de sábado, dia 8, na rua Mucambo, no Parque Uirapuru.

A remoção dos materiais – plásticos e madeiras, começou no domingo, dia 9. Nesta segunda-feira, 10, a Proguaru deu continuidade à limpeza do terreno, além de iniciar a colocação de mourões de madeira e cerca de arame no local que deverá abrigar o futuro Parque Tecnológico de Guarulhos. A empresa está aproveitando a oportunidade para realizar, também, serviços de zeladoria na rua, como: remoção de entulho, capina e pintura de guia.

Após ação da administração municipal que contou com a ajuda da Guarda Civil Municipal (GCM), o grupo formado por cerca de 200 pessoas foi retirado do terreno em menos de 20 horas após invadirem o local.

Share this post