Comissão fiscalizará reforma da nova sede própria da Câmara Municipal

Será definida nesta terça-feira, 6, os nomes dos profissionais que integrarão a comissão de fiscalização e gestão da obra da nova sede própria da Câmara Municipal de Guarulhos. O grupo será formado por representantes da Proguaru, Câmara Municipal e J. Alexander – Engenharia e Construção.

Além da comissão, os atores envolvidos já estão trabalhando em conjunto para a implementação de itens que impactarão positivamente na agilidade da obra e no cumprimento dos prazos. Na sexta-feira, dia 2 de fevereiro, o diretor-técnico da Proguaru, Joel Rodrigues, conduziu uma reunião com técnicos das empresas onde tratou do assunto.

Na ocasião, também foram debatidos temas relativos ao projeto estrutural, ao detalhamento construtivo da obra, aos sistemas elétrico e hidráulico, dentre outros assuntos.

A reforma, orçada em R$ 6.773.236,29 milhões, foi contratada pelo Legislativo de Guarulhos com dispensa de licitação, já que a Proguaru é uma empresa de economia mista que tem como sócia majoritária a Prefeitura, o que traz maior agilidade na aprovação dos projetos junto a municipalidade, além do fato de que os recursos públicos empenhados na obra circularão dentro do município, proporcionando assim mais transparência na condução das ações.

A nova sede própria do Legislativo, que está localizada na avenida Guarulhos, no prédio que abrigava a antiga fábrica de Tapetes Lourdes, será completamente acessível para pessoas com deficiência, contará com três entradas por ruas diferentes, todas elas com rampas de acesso e estacionamento para até 80 veículos. O plenário ficará no térreo e o prédio contará com dois elevadores.

 

Share this post